Saiba como o certificado por competência em culinária pode melhorar sua carreira

Milhares de brasileiros trabalham no setor de alimentação, mas a maioria não tem um certificado de culinária. Por isso, o diferencial é tão reconhecido no mercado de trabalho.

Segundo levantamento baseado nos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) e publicado recentemente pelo Portal Uol, meio milhão de brasileiros ganham o seu sustento vendendo comida nas ruas.

São barracas de salgados, doces e lanches que encontram um público fiel. Muitas dessas pessoas vivem na informalidade e não têm certificado de culinária. Elas encontraram na atividade um meio de fugir da crise.

Mas o que poucos sabem é que muitos desses trabalhadores do ramo da alimentação conseguem juntar dinheiro e abrir seu próprio restaurante ou serviço de delivery.

Portanto, tudo depende da dedicação e do esforço do trabalho. E um dos primeiros passos consiste no investimento em sua própria capacitação profissional.

Veja como um certificado pode aumentar seu salário

Segundo pesquisas, em média, ostentar um certificado profissionalizante aumenta em até 50% o valor do seu salário. Isso ocorre porque um trabalhador capacitado consegue oportunidades melhores.

Nesse sentido, lembramos que o certificado é importante tanto para quem é empregado quanto para quem é empreendedor.

Afinal de contas, o empregado ganha o reconhecimento da equipe e do patrão quando exibe seu certificado de culinária nas suas redes sociais e no currículo.

Já o empreendedor que coloca seu certificado em local visível na sua lanchonete ou food-truck, por exemplo, demonstra ao seu cliente que é qualificado.

Afinal de contas, o certificado comprova sua experiência e conhecimento teórico na área de gastronomia.

Sendo assim, se você ficou curioso para saber como ter acesso a um certificado, leia o próximo tópico.

Descubra como tirar seu certificado de culinária por competência

Uma das formas de obter um certificado de culinária de forma rápida e sem burocracia é a Certificação por Competência. 

Contudo é bom lembrar que a certificação é amparada pela lei (9.394/96, artigo 41), é reconhecida em qualquer empresa e estado da federação.

Basicamente, a legislação reconhece a experiência vivida no mercado de trabalho pelo profissional. Ela vale para profissionais do nível fundamental e médio.

Portanto, o processo é dividido em algumas etapas, como:

  • escolha da instituição;
  • apresentação de documento pessoal;
  • documentos que comprovem a experiência profissional;
  • aprovação em prova teórica.

Como consequência, o trabalhador que cumpre essas etapas é considerado apto para adquirir o certificado profissionalizante.

O Instituto Brasileiro de Qualificação Profissional (IBQP) é a instituição que emite o certificado. No portfólio de certificados da instituição há oportunidades como churrasqueiro, chef de cozinha e confeiteiro, entre outros. 

Para concluir, o certificado de culinária é aceito em restaurantes, refeitórios industriais, lanchonetes e serviços de delivery. O profissional certificado também pode se tornar empreendedor e divulgar seu certificado por competência junto aos seus clientes.

Se você está interessado em saber mais sobre os documentos exigidos, os valores dos certificados, o prazo de conclusão do processo e outros detalhes deixe seu contato no site que então ligaremos para você.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *